Ecos de Anna

Rio de Janeiro, Brazil, 2016

Gravações, auto falantes, sistema de amplificação
-
Recording, speakers, amplification systems

A instalação sonora retorna aos anos de 1950 quando a poetisa, feminista e residente do Solar dos abacaxis, Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonca (1897-1971) escreveu Utopia, um poema sobre sonhos e desejos os quais ecoam até hoje.
Os autos falantes com o poema sendo recitado, foram instalados dentro das paredes, transformando o quarto em um espaço de eco para suas utopias.
​-
The sound installation returns to the 1950s when the poetess, feminist and former resident of Solar dos Abacaxis, Anna Amelia de Queiroz Carneiro de Mendonça (1896-1971) wrote Utopia, a poem of dreams and timeless desires, whose words echo to this day.
The speakers with the poem were installed inside the walls, transforming the room in a echo space for her voice